Biografia

Ewerton de Brito é um artista diferenciado, um resultado antropofágico de muitos estilos musicais, estudos ETNOMUSICOLÓGICOS, e formação em vários vias artísticas! Sua música contém arranjos eruditos sobre músicas populares e manifestações folclóricas, e se apresenta utilizando elementos marcantes do folclore brasileiro e gêneros musicais tradicionais. Seja solo ou em grupo, conduz o ambiente a EGRÉGORA, no qual todo expectador pode sentir o conteúdo de cada peça! 
Ewerton de Brito é graduado pela UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto) e tem experiência em varias formas artísticas como apresentações musicais em conjunto e solo, saraus, teatro, entre outros. Além de professor de música, inciou seu caminho de pesquisador de manifestações folclóricas e AfroBrasileiras, como folia de Reis e Congado Mineiro. No Brasil participou de oficinas com vários Mestres da música brasileira como Amoy Ribas, Alexandrino Du Carmo, Fernando Sardo, Ian Guest, Weber Lopes e Paulo Bellinatti, e dividiu palco com artista consagrados como Cachorro Grande, Raimundos, entre outros, sendo apresentações em grandes palcos e teatros. 

Nascido em Lavras, nas terras do Sul de Minas Gerais no mês de agosto, teve uma grande influência por parte de seu avô, "José Maria de Brito", grande e respeitado músico da cidade. Aos 14 anos, iniciou sua formação em Violão Clássico, tendo como professores Ivan Segal e José Maciel, e como guitarrista com o Prof. Thiago Oliveira. As influências da música classica e do metal extremo, conduziram para a formação da primeira banda, do genero Black metal, chamada GLOOMY RITUAL. 
Como a música ultrapassava as barreiras das "tribos", outras influências surgiram, principalmente a música Mineira, como maior representante Milton Nascimento e o Clube da Esquina. Tais influências conduziram à um aprofundamento da ciência musical, dando inicio à uma jornada épica e tormentosa, pois a vontade de se aprofundar nos estudos musicais eram barrados pelas imposições e clichês ignorantes da sociedade, impondo o ingresso na faculdade de FISIOTERAPIA... Bom, nesse tempo, fez parte da banda mais quente de Lavras, chamada REP. SATTIVA, onde perdurou até o abandono do curso, causado pela aprovação no CONSERVATÓRIO BRASILEIRO DE MÚSICA, no Rio de Janeiro, onde permaneceu por 1 ano, até sua aprovação na UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO, no curso de Música. Formou também a Banda JUANEROS, no qual completa 15 anos em 2017!  
Durante a graduação, teve como Mestre o Prof: Tabajara Belo. Participou de vários eventos, como FESTIVAL DE JAZZ, FESTIVAL DE INVERNO, MOSTRA DE CINEMA, nas cidades de Ouro Preto, Mariana e distrito, atuando como artista, e como monitor/produtor. Liderou bandas como SAFRA LOCAL (Rock´n´roll), Péla Égua (Forró), e MALA PRETA (Rock 70's da pesada).

Compôs e executou trilha sonora para teatroem obras como "O PRIMEIRO MILAGRE" (Dario Fo) Adaptado pelo parceiro Fred Lima, pelo festival de Inverno de 2007. Foi integrante do grupo RECICLINOVE, onde criou peças tratrais e trilhas sonoras,  e ministrou oficinas voltadas à comunidades locais de Ouro Preto e Mariana. 


Trabalhou no Programa de Educação Patrimonial do Trem da VALE, onde ensinava música e construção de instrumentos a partir de materiais alternativos e recicláveis, atendendo o público carente de Ouro Preto e Mariana. 
Concluiu sua GRADUAÇÃO em 2011. 

Em 2012 ao retornar à Lavras -MG, foi professor no Colégio UNILAVRAS, lecionando Música para o ensino Fundamental (anos iniciais) e tomando a Maestria do Coral UNILAVRAS, formado por alunos do ensino Médio e Graduação da Instituição, onde já se apresentaram em grandes festivais como CANTA DEL REI (2013) e FIC - FESTIVAL INTERNACIONAL DE CORAIS 2013 (Ouro Preto e Lavras), sendo o ultimo citado, além de Regente foi também produtor. Atuou como regente e professor da Orquestra de Violões da Escola de Música de Lavras.  e pesquisador de manifestações culturais da região das Vertentes, no qual levou suas pesquisas para Itália. 


Como interprete, é líder da banda JUANEROS, banda que teve inicio em 2003, e completa 11 anos de estrada passando por várias formações em torno do músico Ewerton de Brito. Propõe um trabalho fino da música BRASILEIRA, e clássicos internacionais arranjadas com ênfase no equilíbrio entre Harmonia, Melodia, Ritmo e Poesia, no qual o show é um ritual e o público é conduzido a verdadeira consubstanciação do espírito Apolínio/Dionisíaco.


Um artista internacional,onde fez concertos e shows em cidades brasileiras e italianas, como São João Del Rei, Nepomuceno, São Tomé das Letras, Ouro Preto, BH e Porto Alegre (RS), MILÃO, ROMA, SIENA, NAPOLES, RINGOMAGNO, VITERBO, etc...

Atualmente vive em Roma, no qual é Musico, no qual se apresenta com certa frequência na Embaixada do Brasil na Italia - Roma, apresentando aulas/shows sobre a musica brasileira, e sarais de poetas brasileiros em livrarias e bibliotecas como traduções de obres de JORGE AMADO, MYRIAM FRAGA, etc... É professor na Associação Cultural Brasil Vivo onde é Maestro de Coral e professor de violão. É estudante de Mestrado em Etnomusicologia pela "Universidade Roma Tor Vergata"